exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Facebook e Mozilla juntam esforços e dinheiro para combater fake news

Empresas tecnológicas, académicos e organizações sem fins lucrativos criaram um fundo chamado News Integrity Initiative com 14 milhões de dólares destinado a combater a proliferação de notícias falsas online.

  • 333

Exame Informática

Os esforços vão ser liderados pela CUNY Graduate School of Journalism com o objetivo de combater as fake news e de aumentar a confiança no jornalismo em todo o mundo. Os participantes vão procurar desenvolver ferramentas que ajudem os leitores a distinguir notícias falsas de conteúdos verdadeiros, explica a Cnet. De acordo com o comunicado, a meta é «ajudar as pessoas a fazer julgamentos informados sobre as notícias que estão a ler e a partilhar online».

Esta iniciativa é mais uma, depois de Google e Facebook, entre outras, terem anunciado várias medidas para reduzir a proliferação de fake news.

Neste consórcio estão incluídos 19 parceiros:

· Arizona State University, EUA;

· Center for Community and Ethnic Media na CUNY Graduate School of Journalism, EUA;

· Constructive Institute at Aarhus University, Dinamarca;

· Edelman, EUA

· European Journalism Centre, Holanda;

· Fundación Gabriel García Márquez para el Nuevo Periodismo Iberoamericano (FNPI), Colômbia;

· Hamburg Media School, Alemanha;

· Hans-Bredow-Institut, Alemanha;

· The Ida B. Wells Society, EUA;

· International Center for Journalists, EUA;

· News Literacy Project, EUA;

· Polis, London School of Economics, Reino Unido;

· Ecole de Journalisme de Sciences Po, França;

· Society of Publishers in Asia, Hong Kong;

· Trust Project, EUA

· Walkley Foundation, Austrália

· Weber Shandwick, EUA

· Fundador da Wikipedia, Jimmy Wales;

· United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO), Division for Freedom of Expression and Media Development.