exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Auscultadores da Bose usados para espiar utilizadores

A Bose está em tribunal a enfrentar a acusação de que espia os utilizadores e viola a sua privacidade. Em causa, uma app que monitoriza quais as músicas e podcasts que os utilizadores mais ouvem.

  • 333

Exame Informática

A app Bose Connect, disponível para iOS e Android, está a espiar os utilizadores, monitoriza quais as músicas, podcasts e outros ficheiros áudio que são ouvidos e a Bose vende depois essa informação sem o consentimento dos indivíduos. Esta é a base para a queixa apresentada por Kyle Zak a um tribunal em Chicago, nos EUA.

Zak diz que pagou 350 dólares pelos QuietComfort 35 e aceitou a sugestão para descarregar a app para tirar máximo partido do aparelho. O utilizador tem de fornecer o seu nome, email e número de série dos auscultadores. Zak afirma que ficou surpreendido quando percebeu que todas as informações de media disponíveis no seu smartphone foram enviadas pela Bose para empresas como a Segment.io, que depois revendem esses dados, noticia a Reuters.

A informação do que ouvimos é valiosa, no sentido em que permite traçar perfis muito precisos sobre os consumidores e identificar as suas perspetivas políticas e religiosas.

O advogado de Zak explica que pretendem indemnizações de vários milhões de dólares para todos os utilizadores que compraram auscultadores das séries QuietComfort 35, QuietControl 30, SoundLink Around-Ear Wireless Headphones II, SoundLink Color II, SoundSport Wireless e SoundSport Pulse Wireless, além de exigir que a Bose pare de recolher estes dados.

O acordo de utilização da app não refere nada sobre a recolha de dados. A Bose ainda não comentou publicamente o caso.