exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Colbert ataca Trump e #FireColbert torna-se viral

Exame Informática

  • 333

Stephen Colbert não se tem inibido de atacar Donald Trump e de fazer piadas sobre o novo presidente dos EUA e a sua alegada ligação à Rússia. Agora, terá ido longe de mais e a hashtag #FireColbert ganhou popularidade. O apresentador já reagiu.

Exame Informática

Donald Trump terminou abruptamente uma entrevista com um jornalista da CBS e Stephen Colbert não deixou passar o incidente em claro. No programa que emitiu a 1 de maio nos EUA, o apresentador terminou o monólogo dizendo que o presidente «atrai mais skinheads do que Rogaine gratuito. Tem mais pessoas a marchar contra si do que contra o cancro. Fala como se fosse um gorila que tivesse levado um golpe na cabeça e a usar linguagem gestual. De facto, a única coisa em que a sua boca é boa é em servir de coldre» para o pénis de Vladimir Putin, sendo que recorreu mesmo a calão em vez de dizer pénis.

A comunidade online não gostou desta última frase, considerou-a homofóbica e surgiu então a hashtag FireColbert, que se popularizou.

Dois dias depois, o apresentador voltou a falar sobre o tema, recusou-se a pedir desculpa e diz que não se arrepende, embora não vá repetir a frase. «A vida é curta e todas as pessoas que expressem o seu amor por outras pessoas, à sua maneira, são, para mim, heróis americanos», disse Colbert.

Veja os vídeos com as piadas e com as reações.

  • 333
  • O ataque WannaCry, que sequestrou dados de milhares de computadores em todo o mundo, veio dar razão aos alertas dos especialistas em segurança que têm vindo a alertar constantemente para o crescimento e perigos deste tipo de ataque. Felizmente, como acontece com a esmagadora maioria do malware, há formas de evitar esta e outras "infeções"