exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Nos alcança liderança nos pacotes de telecomunicações

Pablo Blazquez Dominguez

Em média cada família portuguesa gasta mensalmente 41,57 euros em pacotes de telecomunicações. Os pacotes com cinco serviços de telecomunicações lideram nas modalidades mais procuradas

  • 333

Pela primeira vez, na história das telecomunicações, a Nos conseguiu fechar um trimestre na liderança no segmento dos pacotes que agregam serviços de TV, Internet fixa, telefone fixo, telemóvel, ou banda larga móvel. Os dados acabam de ser revelados pela Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) no relatório relativo ao primeiro trimestre de 2017.

«O Grupo NOS registou pela primeira vez a quota de subscritores mais elevada (39,4%), seguindo-se a MEO (39,2%) e a Vodafone (16,4%), que foi o prestador que mais cresceu durante o trimestre em análise. O grupo Apax tinha 5%. Já em termos de receitas, a MEO tinha uma quota de 41,8%, seguindo-se o Grupo NOS com 39,9%, a Vodafone com 14,2% e o grupo APAX tinha 4%», informa um comunicado da Anacom, descrevendo a atual correlação de forças entre os operadores que comercializam pacotes que agregam mais de um serviço de telecomunicações.

A Anacom refere ainda que o Grupo Nos lidera nos pacotes de três e quatro serviços, enquanto a Meo lidera nas modalidades de 2P e 5P.

Na sequência da publicação das primeiras notícias que dão conta da liderança trimestral da Nos nos pacotes de telecomunicações, a Meo contactou a Exame Informática com o objetivo de fazer o seguinte esclarecimento por escrito: «Face a notícias publicadas hoje por vários meios de comunicação social, baseadas numa interpretação de dados contidos num relatório emitido pela Anacom e que, nomeadamente nos títulos, refletem uma situação de mercado não coincidente com a realidade, a Altice informa que o Meo continua a ser líder absoluto em número de clientes de serviços de telecomunicações em Portugal».

A Meo lembra ainda que o relatório trimestral da reguladora das comunicações incide apenas nos serviços por pacote e não reflete a totalidade do mercado das telecomunicações. «De acordo com os dados publicados em press release (1.º trimestre de 2017), no mercado total de telecomunicações o MEO tem mais 3,5 milhões de serviços (móvel, televisão, voz fixa e internet fixa) que o segundo operador (12,7 milhões Vs. 9,2 milhões)», acrescenta a operadora, procedendo à comparação entre Meo e Nos e enaltecendo a liderança de mais de 10 pontos percentuais nos pacotes de cinco serviços face à concorrente mais direta.

O relatório trimestral da Anacom revela também números que ajudam a ilustrar a popularidade dos pacotes que agregam múltiplos serviços de telecomunicações: hoje, em cada centena de famílias portuguesas, há 87 que recorrem a pacotes de serviços de telecomunicações. «O número de subscritores destas ofertas atingiu 3,55 milhões (mais 35 mil ou que no trimestre anterior e mais 245 mil face ao trimestre homólogo)», detalha a Anacom.

O 5P, que agrega TV, Internet fixa, telefone fixo, telemóvel, e banda larga móvel, é mesmo a modalidade mais procurada no mercado português, com 1,47 milhões de famílias e 41,3% do total dos subscritores. O triple play ou 3P, que agrega TV, Internet fixa e telefone, é a segunda modalidade mais escolhida, 1,46 milhões de subscritores e 41% do total dos subscritores.

A Anacom informa que, durante o primeiro trimestre de 2017, os operadores faturaram 440 milhões de euros em serviços de pacote – mais seis por cento que o registado no primeiro trimestre de 2016. Este crescimento destoa da perda de 1,6% registada no primeiro trimestre de 2017 face ao período correspondente de 2016 na receita média por subscritor. Em média, cada subscritor de pacotes de telecomunicações terá gasto 41,57 euros.

  • 333