exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Ultraportáteis de elevado desempenho em teste e o que vai mudar nos drones

Nesta Exame Informática Semanal vai ficar a conhecer melhor quem é a nova CEO da PT, descobrir que nem tudo vai bem no reino do iPhone e que o novo Nokia 3310 não passa de um gadget para saudosistas

  • 333

Bom dia e bem-vindos à Exame Informática Semanal 29 (como o tempo passa!),

A aproximarmo-nos do final de julho, certamente que muitos já estão a preparar as férias e outros já começam a fazer contas à entrada no ensino superior. Para ambos, um bom computador portátil, fino e leve, pode fazer toda a diferença. Nesta edição, o Paulo Matos testa dois dos mais recentes e mais sofisticados ultraportáteis a chegar ao mercado. Máquinas que provam que fino e leve também pode significar poderoso e com boa autonomia. Para utilizadores com ainda maiores exigências em termos de desempenho porque trabalham ou vão estudar nas áreas do design, arquitetura, engenharia ou multimédia, esta workstation da HP é uma proposta muito tentadora.

O peso também é um fator muito importante nos drones cujo mercado promete mudar muito com a nova regulamentação proposta pelo Governo. Bastar ter 250 gramas, o que inclui alguns brinquedos, para ser obrigatório registar e, talvez mais controverso, segurar os aparelhos. O Hugo Séneca explica o que se passa com os drones, as técnicas que existem para controlá-los quais as novas regras mais importantes. A minha opinião é que algumas destas novas regras agora propostas são exageradas, vão afetar negativamente o mercado e não vão servir para resolver os problemas importantes.

E se alguns drones representam a tecnologia de ponta, a nova versão do Nokia 3310 procura conquistar saudosistas do tempo em que tudo era mais simples. O Pedro Oliveira fez um género de viagem no tempo para testar o aparelho, mas nem mesmo o Snake convenceu-o a deixar o smartphone. Há coisas que pertencem ao passado e é lá que devem ficar, concluiu.

Bem melhor foi a experiência de conduzir o surpreendente Honda Civic 1.0. Como é que um motor tão pequeno consegue transmitir tando prazer de condução? Graças a uma dinâmica exemplar, de carro de corridas. No interior, fomos surpreendidos com uma entrada HDMI para ligar fontes de vídeo ao computador de bordo.

Quanto à tecnologia que se cria por cá, um grupo de investigadores desenvolveu uma plataforma que permite visualizar facilmente os fluxos de energia nas cidades, o que pode ser muito importante numa época em que a gestão da energia é fulcral para conseguirmos aumentar a qualidade de vida neste planeta.

Tão ou mais importante que o que já se faz é o que se pode fazer para tornar Portugal um país mais relevante no panorama tecnológico mundial. Nesta edição destacamos dois eventos que perseguem esse objetivo: o Social Tech é uma competição que procura tecnologias com impacto social positivo e o Sunset Hackaton quer juntar criadores para desenvolverem produtos de sucesso em apenas 72 horas. Será que vamos descobrir um Steve Wozniak ou um Steve Jobs? Pelo menos o sítio escolhido para o evento é bem mais inspirador que uma garagem.

Bom fim-de-sema e, se for caso disso, boas férias

  • 333