exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Rússia espiou Macron através do Facebook

Fontes anónimas dizem que agentes da inteligência russa criaram perfis falsos no Facebook para espiar os oficiais da campanha de Macron.

  • 333

Exame Informática

Além das notícias falsas e das campanhas de desinformação levadas a cabo por hackers russos e já confirmadas pelo Facebook, os espiões da Rússia encetaram também outras manobras. Agora, um congressista dos EUA e duas outras fontes referem que foram criadas cerca de 20 contas no Facebook para se tornarem “amigos” dos membros da campanha de Macron. A tentativa de infiltração nas redes sociais não tinha sido ainda conhecida, lembra a Reuters.

Espiões dos EUA defendem que hackers com ligações ao governo russo terão estado por trás destas operações, mas que não conseguem provar que tenha sido o Kremlin a ordenar as ações.

O Facebook já confirmou que identificou algumas contas de espiões através de mecanismos automáticos e de investigações exaustivas feitas por humanos e que já as desativou entretanto. Os responsáveis da rede social não acreditam que os perfis falsos tenham sido suficientes para convencer os alvos a descarregar código malicioso, que seria o objetivo da operação.

As contas estavam ligadas também a ferramentas já usadas pela inteligência militar russa GRU

  • 333