exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Fundador de grupo de hackers confessa-se culpado de cibercrimes

Zachary Buchta é o jovem de 20 anos que se confessou culpado de organizar vários ciberatques nos últimos anos. Por ter concordado em colaborar com as autoridades, vai ter pena de prisão de dois anos e meio.

  • 333

Exame Informática

Um dos fundadores do Lizard Squad, o grupo de hackers responsável por ataques informáticos à PlayStation Network e à Xbox Live em 2014, ao site da National Crime Agency do Reino Unido em 2015 e a vários sistemas de CCTV de empresas, foi condenado a dois anos e meio de prisão por um tribunal de Chicago. Buchta confessou e aceitou colaborar com as autoridades para reduzir a pena. Além de prisão, vai ainda ter de indemnizar em 350 mil dólares duas empresas dedicadas a jogos de fortuna ou azar que foram visadas por ciberataques.

A acusação é parte de uma investigação internacional e existe outro jovem hacker arguido num caso na Holanda. As autoridades acusam Buchta e o outro hacker de manter vários sites onde ofereciam serviços de assédio com recurso a novas tecnologias a troco de dinheiro, avança o Engadget. Por exemplo, era possível contratar uma modalidade onde, por 20 dólares, os hackers prometiam telefonar de hora a hora para uma determinada vítima, com números não identificados, de forma a incomodá-la com ameaças e mensagens explícitas.

Já em 2015 outro jovem de 17 anos tinha sido condenado sob acusações semlhantes de pertencer ao Lizard Squad.

  • 333