exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

GoPro despede 300 e deixa de fazer drones

A marca que se popularizou pelas câmaras de ação tinha começado a investir também nos drones. Agora, a GoPro anuncia que vai desistir destes produtos e ainda vai despedir 300 funcionários.

  • 333

Exame Informática

O número de empregados da GoPro vai descer de 1254 para «menos de mil», na sequência da decisão de abandonar a produção de drones. O Karma chegou a ser o segundo mais popular da sua classe, mas a GoPro revela que enfrenta muitos problemas para obter lucro num mercado altamente competitivo. Por outro lado, a empresa explica que o «ambiente regulatório hostil» para os drones que encontra na Europa e nos EUA também pesaram nesa decisão, noticia o Engadget.

Recorde-se que a GoPro está em dificuldades financeiras há algum tempo e, para tentar inverter o panorama, a empresa anunciou cortes no preço das câmaras Hero6 Black, de 499 para 399 dólares, de forma a aumentar a procura e estimular as vendas.

A GoPro anunciou que vai escoar os stocks de drones Karma e continuar a suportar os produtos já vendidos entretanto.

  • 333