exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Facebook vai exigir confirmação de morada para propaganda nos EUA

A interferência russa nas últimas eleições presidenciais norte-americanas está a fazer com que a rede social altere as suas políticas

  • 333

A decisão foi anunciada depois de um relatório de um Conselho Especial sobre as alegadas interferências de cidadãos e empresas russas nas últimas campanhas presidenciais que levaram à eleição de Donald Trump: de ora em diante, só será possível publicar anúncios ou ações de propaganda relacionados com candidatos a cargos federais dos EUA mediante o comprovativo de morada. A medida não deverá ser aplicada a instituições partidárias já reconhecidas.

«Quem gere um anúncio de propaganda que mencione um candidato, vai receber nos correios um postal com um código que confirma que essa pessoa está nos EUA», explicou Katie Harbath, diretora de Programas e Políticas da Facebook, citada pela Reuters.

Pela lei atual, os cidadãos estrangeiros estão proibidos de financiar ações de campanha ou partidos dos EUA.

No final da semana passada, o Conselho Especial que analisou a campanha eleitoral de 2016 acusou três empresas e 13 cidadãos russos de ter levado a cabo ações de espionagem e interferido na campanha eleitoral que opôs Hillary Clinton e Donald Trump.