exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Facebook: regras europeias para todos depois de fuga de dados que atingiu 87 milhões de utilizadores

O escândalo do Cambridge Analytica mostra que dados de 87 milhões de utilizadores podem ter sido mal usados. O Facebook anunciou que vai aplicar as regras europeias a todas as contas.

  • 333

Exame Informática

O novo Regulamento de Proteção de Dados entra em vigor na Europa a 25 de maio. O Facebook tinha anunciado que só o iria aplicar aos mercados onde fosse obrigado, no velho continente. No entanto, depois de o número de utilizadores afetados pela divulgação de dados no Cambridge Analytica continuar a aumentar, Zuckerberg anunciou numa sessão com jornalistas que a empresa vai «colocar os mesmos controlos e definições para todos, não só na Europa».

«Não tivemos uma perspetiva ampla o suficiente para ver qual seria a nossa responsabilidade», disse Zuckerberg. «Não é suficiente dar as ferramentas às pessoas. Não é suficiente ter regras para proteger as suas informações – temos de nos assegurar de que todos no nosso ecossistema protegem a informação das pessoas. Estamos a alargar a nossa perspetiva sobre a nossa responsabilidade», cita o ArsTechnica.

O CEO do Facebook afirma que a empresa tem mais de 15 mil funcionários a trabalhar em segurança e na revisão de conteúdos, número que deve aumentar para os 20 mil empregados até ao final do ano.

A Cambridge Analytica continua a afirmar a sua inocência neste caso, mesmo depois de se saber que terá obtido dados de mais de 87 milhões de utilizadores, principalmente nos EUA. O responsável tecnológico do Facebook, Mike Schroepfer, explica que o número de afetados por esta divulgação está bastante acima dos 50 milhões inicialmente estimados e que, a partir de 9 de abril, os utilizadores vão poder perceber se os seus dados foram partilhados com a Cambridge Analytica.