exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Apple: 100% alimentada a energias renováveis

A Apple anunciou que toda a energia que usa nas lojas, escritórios e centros de dados já é obtida de fontes renováveis.

  • 333

Exame Informática

A marca anunciada pela Apple inclui as instalações em 43 países, desde os EUA à China, passando pelo Reino Unido e Índia, entre outros. Segundo Tim Cook, a empresa «quer deixar o mundo melhor do que o encontrou». A Apple é responsável por instalações com painéis solares, quintas de moinhos eólicos, centrais de biogás e sistemas de geração micro-hídrica, entre outras soluções para fontes de energia renovável, explica o MacRumours.

A empresa tem 25 projetos de energias renováveis em todo o mundo e está a construir outros 15. No total, a empresa já gera 626 megawatts, com potencial para chegar aos 1,4 megawatts em 11 países. O esforço passa por painéis solares no Apple Campus, projetos solares e eólicos na China, instalações de painéis solares no Reno, Nevada e Maiden, no Japão, e outras soluções semelhantes em Singapura.

Desde 2011, a Apple anunciou que reduziu as emissões de gases de estufa em 54% e evitou a emissão de 2,1 milhões de toneladas de CO2 para a atmosfera.

  • Opinião

    Ainda hoje me pergunto o que é que aconteceu ao Flautista de Hamelin naquele instante em que o primeiro dos ratos lhe perguntou «mas afinal estás a levar-nos para onde?». A pergunta do mais desconfiado roedor de pouco terá servido, pois os ratos seguiram para o rio com uma eficiência capaz de fazer corar a melhor empresa de desinfestação. Por momentos, todos ficaram felizes – a ponto de se esquecerem de pagar os superpoderes do músico… que não se coibiu de dar nova mostra de capacidade com o encantamento de todas as crianças da aldeia. Conhecerá Mark Zuckerberg a lenda?

  • Aí está o iPhone 8 RED

    Hardware

    A Apple repetiu a fórmula do ano passado e volta a lançar o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus em versões RED, em associação com a organização que combate o vírus da SIDA em África.