exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Musk admite que robôs podem ter prejudicado produção do Model 3

Exame Informática

  • 333

A produção dos Model 3 da Tesla não tem corrido de feição. O fundador da empresa admite que pode haver demasiados robôs na linha de produção.

Exame Informática

Durante uma entrevista prolongada à CBS, Musk admite que possivelmente a Tesla recorreu a demasiados robôs na linha de produção do Model 3 e que essa opção pode ter contribuído para um atraso no fabrico dos veículos. A determinado momento, a Tesla acabou por desmantelar completamente um sistema complexo de passadeiras e tapetes onde os robôs eram os protagonistas da linha de montagem.

Em 2016, Musk já tinha dito que «apercebemo-nos de que o verdadeiro problema, a verdadeira dificuldade e onde está o grande potencial é construir a máquina que vai construir as máquinas», deixando antever que a aposta deveria passar por ter muitos robôs e automação nas suas fábricas. No entanto, a aposta parece ter sido exagerada, reconhece agora Musk.

Em fevereiro, a Tesla decidiu suspender completamente a produção de Model 3 durante uma semana para conseguir «melhorar a automação». Na fábrica de Fremont, na Califórnia, trabalham cerca de dez mil humanos, mas ainda não parece ter sido encontrado o equilíbrio perfeito entre homens e máquinas.

Por outro lado, a Tesla depara-se ainda com problemas na produção de baterias e que não passam necessariamente pelo excesso de robôs na linha de montagem.

  • 333