exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Campeão de Pac-Man e Donkey Kong perde recordes por usar emulador

A entidade que atribui os recordes aos videojogos nos EUA decidiu banir Billy Mitchell. O escândalo começou a ganhar forma depois de uma denúncia num fórum

  • 333

Billy Mitchell está a viver um verdadeiro pesadelo depois de ter ascendido ao trono dos jogos da velha escola. A Twin Galaxies, entidade responsável por homologar recordes alcançados nos jogos eletrónicos, decidiu deixar de reconhecer os feitos alcançados pelo famoso jogador nos jogos Donkey Kong, Donkey Kong Jr. e Pac-Man. Na origem desta decisão está o facto de Mitchell ter usado um sistema que emula uma máquina de arcada – em vez de usar essas máquinas de arcada. Esta violação dos regulamentos também já se tornou do conhecimento da entidade que atribui os recordes do Guiness – que decidiu retirar os títulos recordistas ao jogador na sequência da decisão da Twin Galaxies.

Billy Mitchell já reagiu ao escândalo que começou num post de um fórum especializado que garantia, com algum detalhe técnico, que o conhecido jogador tinha usado o emulador MAME (de Multiple Arcade Machine Emulator) para alcançar os respetivos recordes. O jogador anunciou pouco depois que, em breve, iria demonstrar com recurso a testemunhas e documentos técnicos que os recordes agora retirados foram obtidos de forma «transparente» e seguindo os regulamentos determinados pela Twin Galaxies.

Quando o primeiro alerta foi desencadeado, Billy Mitchell já tinha protagonizado um documentário sobre alguns dos melhores videojogos antigos. No post publicado por Jeremy “Xelnia” Young eram apontados vários detalhes na forma geração de imagens que permitiam distinguir uma máquina de arcada inalterada de uma outra que se limita a ter no interior um computador atual com um emulador MAME instalado para correr os jogos mais antigos.

O alerta haveria de desencadear uma investigação da Twin Galaxies que redundou na retirada, sem apelo nem agravo, dos títulos a Mitchell. Segundo a entidade que rege os recordes dos jogos de vídeo não foram alcançados numa máquina de arcada inalterada e que análise das imagens que tinham ditado a atribuição do recorde a Mitchell terão sido suficientes para retirar o recorde e banir Mitchell de qualquer candidatura a um recorde.

A decisão final tem o seu quê irónico: durante o documentário, Mitchell contracena com Steve Wiebe pela disputa do primeiro lugar na saga Donkey Kong… e acaba por vencer, apesar de Wiebe ter maior popularidade.

A decisão da Twin Galaxies leva a crer que talvez já se justifique um novo documentário. «Com esta decisão, a Twin Galaxies deixa de reconhecer Billy Mitchell como o primeiro recordista a alcançar o milionésimo ponto no Donkey Kong», refere a organização, para depois concluir: «De acordo com as nossas análises, Steve Wiebe deverá ser o detentor do record do recorde relativo ao primeiro milionésimo ponto».

  • 333