exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Kaspersky Lab proibida de fazer publicidade no Twitter

A empresa russa de cibersegurança opera com um modelo que estará a violar os Termos e Condições dos Twitter Ads e foi proibida de fazer publicidade naquela plataforma.

  • 333

Exame Informática

A situação da Kaspersky Lab está difícil nos EUA e as ligações com empresas norte-americanas estão a deteriorar-se. Soube-se agora que a empresa foi “expulsa” do Twitter Ads e está banida de fazer publicidade naquela plataforma. A razão, segundo um porta-voz do Twitter, é que o modelo de negócio da Kaspersky Lab não respeita os Termos e Condições do serviço, cita o CyberScoop.

O Twitter baseia a decisão numa diretiva do Department of Homeland Security de 2017 onde se afirma a preocupação com as ligações entre os oficiais da Kaspersky e agências e funcionários governamentais russos. As autoridades dos EUA temem que o governo russo possa obter acesso às informações recolhidas pelo software da Kaspersky.

O fundador da Kaspersky confessa-se surpreso com a decisão do Twitter Ads e reitera que a sua empresa não viola qualquer termo escrito ou não escrito do serviço. Um porta-voz da Kaspersky explica que a proibição viola os princípios de liberdade de expressão do Twitter e que já foram pedidas mais explicações.

A Kaspersky gastou 77 mil euros em publicidade no Twitter em 2017. O orçamento deste ano será agora entregue à Electronic Frontier Foundation.

  • 333