exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Pedro Veiga pediu a demissão do Centro Nacional Cibersegurança

Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa confirmouo pedido de demissão e enalteceu «o contributo inestimável de Pedro Veiga para o trabalho nesta área»

  • 333

Pedro Veiga pediu na quarta-feira a demissão do cargo de coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS). O pedido de demissão surgiu no primeiro dia do exercício de cibersegurança que envolve os maiores organismos estatais e empresas portuguesas, que termina esta quinta-feira.

Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa confirmou à Lusa o pedido de demissão e enalteceu «o contributo inestimável de Pedro Veiga para o trabalho nesta área», desde que assumiu a coordenação do CNCS em 2016.

Com base em fontes não identificadas, o Diário de Notícias relaciona o pedido de demissão de Pedro Veiga com a alegada falta de verbas para contratar profissionais para o CNCS – uma situação que, a confirmar-se, terá sido agravada pela concorrência no recrutamento e os elevados honorários que os especialistas em cibersegurança auferem na atualidade.

Ainda não se conhece o sucessor de Pedro Veiga no CNCS, mas o executivo prometeu novidades para breve.

Pedro Veiga é um dos pioneiros da Internet em Portugal. Formado no Instituto Superior Técnico, fez carreira como professor do Departamento de Informática na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Antes da coordenação do CNCS, Pedro Veiga fundou o Capítulo Português da Internet Society e liderou a Fundação para a Computação Científica Nacional, que viria a ser extinta e integrada na Fundação para a Ciência e Tecnologia durante 2013.

  • 333