exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Intel iniciou produção de chips de 10 nanómetros

A Lenovo é apontada como a primeira marca de computadores a encomendar chips de 10 nanómetros à Intel

  • 333

Não foi no final de 2015, como chegou a ser anunciado, mas já está oficialmente inaugurada a era do fabrico de chips de arquiteturas de 10 nanómetros na Intel. A gigante dos processadores confirmou que já começou a produzir chips de 10 nanómetros com a denominação Cannon Lake. A produção há de entrar numa velocidade de cruzeiro em 2019 – quatro anos depois do previsto inicialmente.

De acordo com a Ars Technica, a produção dos novos chips Cannon Lake arrancou com as primeiras encomendas da Lenovo que, alegadamente, quererá usar os novos processadores do futuro IdeaPad 330. Atualmente, há lojistas chineses a anunciarem o novo computador da Lenovo com um processador denominado de Core i3-8121U.

Apesar de a Intel não confirmar oficialmente que está a produzir chips para a Lenovo, a Ars Technica admite ter resolvido este pequeno mistério recorrendo ao site Ark que permitiu apurar que o Core i3-8121U é, alegadamente, um processador de 10 nanómetros da família Cannon Lake, com um consumo energético de 15 W.

O novo chip dispõe de dois núcleos, opera a 2,2 GHz, mas está apto a chegar aos 3,2 GHz. Está preparado para receber as variantes LPDDR4 e LPDDR4X de memória DDR4, e tudo leva a crer que tenha uma unidade gráfica integrada.

  • 333