exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Outsystems: nasceu o segundo Unicórnio português

A Goldman Sachs e a KKR investiram 360 milhões de dólares na Outsystems. A ronda de investimento catapultou o valor da empresa portuguesa acima dos mil milhões de dólares. A empresa que desenvolveu uma plataforma de software que facilita a criação de aplicações torna-se, assim, a seguir à Farfetch, o segundo Unicórnio português.

  • 333

Exame Informática

Com sede nos Estados Unidos e escritórios espalhados pelo mundo, a Outsystems continua a ter a sua sede portuguesa nos arredores de Lisboa. É em Linda-a-Velha que uma vasta equipa de programadores continua a desenvolver uma das plataformas de software mais ágeis do mercado. Simplificando, a Outsystems permite o desenvolvimento de aplicações de forma mais rápida devido à utilização de menos código que sistemas semelhantes.

Em comunicado enviado hoje, a Outsystems revela que a sua mais recente ronda de investimentos captou 360 milhões de dólares provenientes da Goldman Sachs e da KKR. O grupo financeiro e o fundo de investimentos permitiram à empresa portuguesa passar a fasquia dos mil milhões de dólares de valor e, dessa forma, assumir o estatuto de Unicórnio. Algo que, no plano empresarial tecnológico português, ainda só tinha sido atribuído à Farfetch.

O investimento “servirá para acelerar a expansão do negócio e para R&D na área da automação de software.” Pode ler-se no documento enviado hoje onde o fundador e CEO da Outsystems descreve como o atual panorama empresarial está pressionado pela necessidade da transformação digital o que se revela uma oportunidade de negócio: «Estamos a combater um dos maiores problemas que as empresas enfrentam atualmente – a falta de velocidade e agilidade do desenvolvimento tradicional de software que está a dificultar as iniciativas de transformação digital em todo o mundo. (…) Vemos as empresas a lidarem com isto todos os dias e estamos entusiasmados com esta parceria com a KKR e a Goldman Sachs para resolver esse problema, trazendo mais inovação aos nossos clientes e redefinindo o futuro do desenvolvimento do software empresarial».

O mesmo comunicado de imprensa cita os investidores. «A OutSystems está diretamente alinhada com o que procuramos para novos investimentos: o apoio de fundadores excecionais e equipas de gestão em negócios inovadores que oferecem uma oportunidade significativa para criar valor a longo prazo. Estamos muito ansiosos em apoiar o Paulo e a equipa na continuidade da expansão deste negócio único», avança Lucian Schoenefelder, Member na KKR.

«Descobrimos que poderíamos encontrar em todos os principais setores da indústria clientes OutSystems entusiasmados e leais, que desenvolveram soluções exclusivas e estão a adotar a plataforma em toda a organização», conclui Kirk Lepke, Vice Presidente na Goldman Sachs Private Capital Investing.

A Outsystems foi fundada em 2001 e está, hoje, em mais de 22 países e tem receitas acima dos 100 milhões de euros.