exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Dell vai para a bolsa... outra vez

De acordo com a Bloomberg, o regresso à bolsa terá como objetivo captar o investimento necessário para reforçar a posição na VMware, empresa que já é detida parcialmente pela Dell

  • 333

Há cinco anos, Michael Dell, líder e fundador da Dell, decidiu recuperar as rédeas do negócio e recomprou as ações da companhia que se encontravam dispersas por vários investidores bolsistas. Passados cinco anos, é chegada a vez de a gigante dos computadores anunciar que vai agora fazer o caminho inverso com a venda de ações na bolsa de Nova Iorque. A operação vale 21,7 mil milhões de dólares.

Michael Dell detém 72% da companhia. O segundo maior investidor é o fundo Silver Lake que, em 2013, se revelou o principal aliado para o capital da Dell voltar às mãos do fundador.

«Um crescimento sem precedentes está a potenciar esta era digital das tecnologias da informação e nós temos um posicionamento único com o nosso portfolio de tecnologias e serviços que podem fomentar transformações digitais, das tecnologias da informação, da segurança e da capacidade de trabalho dos nossos clientes», explicou Michael Dell, citado pela imprensa dos EUA.

Apesar das palavras de circunstância não o dizerem, na origem do regresso à bolsa poderá estar outra opção estratégica: de acordo com a Bloomberg, o regresso à bolsa terá como objetivo captar o investimento necessário para reforçar a posição na VMware, empresa que já é detida parcialmente pela Dell (a VMware foi comprada na década pela passada pela EMC, que por sua vez foi comprada pela Dell). Atualmente, a VMware está avaliada em 60 mil milhões de dólares.

  • 333