exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

TDT vai mudar para a faixa dos 470-694 MHz a partir de 2019

«O roteiro nacional proposto pela Anacom, que mereceu o acordo do Secretário de Estado das Infraestruturas, prevê a adoção do cenário mais simples de migração, através da manutenção da tecnologia atual e sem necessidade de qualquer período de transmissão simultânea», informa a Anacom.

  • 333

As frequências usadas nas transmissões da Televisão Digital Terrestre (TDT) vão ter de mudar a partir do último trimestre de 2019. A Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) deu hoje a conhecer o roteiro para a libertação da banda de frequências dos 700 MHz, que deixará de ser usada pela TDT para passar a acomodar as futuras redes da quinta geração de telemóveis (5G). De acordo com a reguladora das comunicações a libertação do espectro hoje usado pela TDT deverá estar concluído até 30 de junho de 2020. Depois desta última data, todas as transmissões de TDT terão de estar acomodadas na faixa entre os 470 e os 694 MHz.

A mudança de frequências poderá implicar, em alguns casos, uma reorientação das antenas que captam o sinal de TDT, mas a Anacom nega que os consumidores sejam obrigados a comprar novas antenas ou boxes para captar as transmissões nas novas frequências de TDT: «O roteiro nacional proposto pela Anacom, que mereceu o acordo do Secretário de Estado das Infraestruturas, prevê a adoção do cenário mais simples de migração, através da manutenção da tecnologia atual e sem necessidade de qualquer período de transmissão simultânea. Este cenário implicará apenas uma sintonização da nova frequência, ou seja, não será necessário adquirir quaisquer equipamentos, nem reorientar as antenas», informa a Anacom.

Em comunicado, a Anacom reitera ainda que a mudança de frequências não inviabiliza o lançamento de mais dois canais em sinal aberto na rede da TDT. Em contrapartida, as frequências que têm vindo a ser usadas pela TDT poderão vir a ser usadas para o lançamento de serviços de telecomunicações que interligam máquinas e objetos (Internet das Coisas ou IoT). Atualmente está a decorrer uma consulta pública sobre esta matéria.

Atualmente, as transmissões da TDT são asseguradas pela PT Comunicações a cerca de 900 mil lares. Depois de várias interferências que levaram a múltiplas queixas e à degradação do serviço num passado recente, a arquitetura das redes suporta as transmissões da TDT teve de ser alterada para passar usar vários canais que evitam a sobreposição de transmissões entre diferentes retransmissores vizinhos, perante determinadas condições meteorológicas. Em 2019, chega nova mudança.

  • 333