exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Rivais da Realidade Virtual juntos para criar um cabo único

Dilpesh Laxmidas

Marcas como Nvidia, AMD, Oculus, Valve e Microsoft sentaram-se à mesa para desenvolver o padrão para um cabo único que permita passar conteúdos e dar energia aos headsets de Realidade Virtual.

  • 333

Exame Informática

A nova especificação para headsets de Realidade Virtual assenta nos cabos USB Tipo-C para alimentação elétrica e para passar vídeos. A uniformização do padrão chega do VirtualLink Consortium, que junta nomes como AMD, Nvidia, Valve, Microsofft e Oculus. Este padrão vai permitir passar conteúdos com resolução 3840x2160 pixéis a 60 frames por segundo e 2560x1440 pixéis a 120 frames por segundo.

Segundo o ArsTechnica, esta especificação usa a capacidade de “Alternate Mode” dos cabos USB Tipo-C para implementar diferentes protocolos de dados e aproveitar também para fornecer energia. A novidade é que é possível passar até 32,4 gigabits por segundo de dados de vídeo em DisplayPort, usar o USB 3.1 de segunda geração para passar 10 gigabits por segundo de dados para sensores e câmaras e ainda assegurar 27 Watts de eletricidade.

A uniformização em torno deste padrão marca um ponto de acordo entre os vários fabricantes rivais que compõem este consórcio. Por assegurar que qualquer sistema da VirtualLink vai trabalhar com qualquer headset compatível, independentemente da plataforma de software usada, este pode ser um passo importante para uma maior adoção por parte do mercado, uma vez que o risco para os utilizadores é menor.