exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Tesla apresenta mais um trimestre de prejuízos... mas anuncia estar perto dos lucros

Elon Musk disse aos investidores que este terá sido o último trimestre no “vermelho”. O CEO da Tesla garantiu que a empresa vai começar a ser lucrativa e que o Model 3 já é um sedan premium de média dimensão mais vendido nos Estados Unidos

  • 333

Exame Informática

A Tesla reportou mais um período de perdas, mas Elon Musk tranquilizou os investidores, dizendo que os lucros estão quase a chegar. Os investidores acreditaram e as ações da empresa subiram 9% para os 300,84 dólares.

A empresa, recorde-se, acelerou a produção de carros que espera começar a colocar no mercado a um bom ritmo agora. A Tesla baixou as reservas financeiras para os 2,2 mil milhões de dólares, tendo “queimado” 430 milhões neste trimestre para aumentar a linha de produção e conseguir fabricar todos os Model 3 com que se tinha comprometido. Este será o derradeiro esforço, segundo a Tesla. Em junho, a empresa revelou que conseguiu começar a produzir os 5000 carros Model 3 por semana, volume que a Tesla considera mínimo para começar a ser rentável.

Alguns analistas ainda não estão totalmente convencidos: embora o alvo seja plausível, qualquer atraso de produção, atraso nas entregas ou procura abaixo do expectável podem afetar os resultados financeiros que a Tesla se propõe atingir, explica o New York Times.

O Model 3 foi anunciado com um um preço base de 35 mil dólares, embora a Tesla nesta fase apenas aceite reservas das versões que começam nos 49 mil dólares.

A Tesla cortou 9% da mão de obra, cerca de 3500 funcionários, em junho, e pediu revisões de preços aos seus fornecedores, no sentido de conseguir cortar os custos operacionais. Por outro lado, anunciou o investimento na China, para construir uma nova fábrica naquele país e que seja capaz de produzir 500 mil veículos por ano.

A postura de Musk na apresentação aos investidores nesta quarta-feira foi bastante mais suave. Recorde-se que, na chamada do trimestre anterior, o executivo revelou estar «aborrecido com estas perguntas chatas». Desta vez, Musk pediu desculpa pelos comentários: «Não há desculpas para má educação. Há razões para isso. Não tinha dormido nada e tinha estado a trabalhar 110 a 120 horas por semana. Ainda assim, não há desculpas», disse Musk.

De acordo com dados da Tesla, o Model 3 já vende mais nos Estados Unidos que qualquer concorrente direto com motor convencional, incluindo o BMW Série 3, Mercedes Classe C e Audi A4. Há dados que chegam a dizer que no último mês o Model 3 vendeu mais que todos estes concorrentes juntos, o que parece indicar que a procura por um veículo elétrico familiar compacto está em alta.

  • 333