exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Synchronicity: no Porto, 2019 começa em setembro com um concurso de tecnologias urbanas

Cada projeto participante no concurso recebe entre 100 mil e 300 mil euros de financiamento e deverá funcionar durante, pelo menos, seis meses. O Sinchronicity é apoiado pela Comissão Europeia

  • 333

Oito cidades europeias juntaram-se num concurso com vista à implementação de tecnologias capazes de melhor a vida dos habitantes dos espaços urbanos. O concurso dá pelo nome de Synchronicity e prevê a atribuição de um total de prémios de três milhões de euros. A implementação deverá ser assegurada em 2019, mas a fase de candidaturas do Synchronicity termina no final de setembro. O Porto é a cidade que assegura a representação portuguesa no concurso de inovação.

«A candidatura da cidade portuguesa procura soluções tecnológicas relacionadas com mobilidade, envolvimento do cidadão e ambiente e bem-estar», informa a organização do Synchronicity, em comunicado.

A organização do concurso recorda que será um júri independente a selecionar entre 15 e 25 soluções que terão de ser implementadas em três das cidades que participam no Synchronicity. Cada projeto pode receber entre 100 mil e 300 mil euros de financiamento e terá de funcionar durante, pelo menos, seis meses.

Além do Porto, o concurso Synchronicity conta ainda com a participação de Manchester, Helsínquia, Milão, Antuérpia, Carougue, Santander, Eindhoven. O concurso conta ainda com a participação de cidades da Coreia do Sul e do México. A iniciativa mereceu o apoio da Comissão Europeia. No total, foram investidos 20 milhões de euros em regime de co-financiamento, com o objetivo de fomentar o aparecimento de serviços inovadores em ambientes urbanos.

Apesar de o concurso ter como prioridade a criação de serviços digitais e tecnológicos em ambiente urbano, cada uma das cidades participantes teve margem de manobra para definir temas e necessidades a suprir.

«A participação do Porto na Synchronicity manifesta o compromisso do Município, através da Associação Porto Digital, com a progressiva digitalização da cidade. A intenção é expandir os serviços baseados na infraestrutura tecnológica já existente, como são exemplo a rede de fibra ótica, já com 4000 quilómetros, ou a rede WI-FI, que só em 2017 suportou mais de um milhão de dispositivos ligados», descreve o comunicado do concurso Synchronicity.

  • 333