exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

EUA acusam norte-coreano de ataque à Sony e WannaCry

As autoridades dos EUA consideram que Park Jin-hyok faz parte de uma conspiração que envolve múltiplos atores e que está por trás dos ataques à Sony em 2014 e da criação do ransomware WannaCry.

  • 333

Exame Informática

Este grupo de hackers terá agido a mando do governo norte-coreano, acreditam as autoridades dos EUA. O ataque à Sony surgiu na sequência do filme The Interview, onde Seth Rogen e James Franco recriaram uma conspiração para o assassinato do líder norte-coreano Kim Jong-un. Já o WannaCry afetou instituições e utilizadores em todo o mundo com tentativas de ransomware.

Os EUA já tinham acusado a Coreia do Norte de ter orquestrado estes ataques, mas agora é a primeira vez em que uma pessoa é formalmente acusada destes atos, noticia o The Verge. O Departamento de Estado dos EUA acredita que Park agiu através de uma organização de fachada para atacar os sistemas da Sony Pictures e revelar emails confidenciais. Por outro lado, o grupo terá ainda criado o WannaCry 2.0, que foi encontrado em sistemas em 150 países.

A acusação surge numa altura “estranha”, em que os líderes dos dois países estão em negociações com vista a desnuclearização e trocam elogios recíprocos no Twitter.