exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

O supertelemóvel, a “cãoluna” de som e as previsões do Sr. Espaço

A HiSense explicada em 75 polegadas, um telemóvel talhado para os jogos, Portugal no Espaço, e ainda a melhor forma de ir dos zero aos 100 Km/h em apenas três segundos. Assim se faz a rentrée na Exame Informática Semanal

  • 333

Comecemos a rentrée pela adivinha: imagine que um cão se perdia de amores por uma aparelhagem Hi-Fi. Que nome teria o filho de tão improvável cruzamento? Cãoluna de som! Ok, é uma piada “seca”… pelo que temos de aceitar como uma resposta mais séria e adulta o nome de Jarre Aerobull XS1, o inesperado equipamento sonoro com formato de bulldog, que acaba de ser testado pelo Paulo Matos, reconhecido fã de gatos aqui na redação que, como algumas das melhores coqueluches do pontapé na bola, não precisou de uma pré-época extensa para espalhar magia na mais recente Exame Informática Semanal.

É possível que tenha demorado mais de três segundos a ler o parágrafo anterior. E se foi assim saiba que demorou mais tempo a chegar ao ponto final que o Model S P100D da Tesla a ir dos zero aos 100 Km/h. Não, não é o leitor que é lento, entenda-se. É mesmo o “sedan” elétrico da Tesla que é rápido. E o Sérgio Magno, provavelmente um dos jornalistas que mais escreveu sobre carros elétricos aqui na praça, é “a” fonte mais indicada para saber o que pensar desta máquina da Tesla. Quanto é que o carro da Tesla custa? Para apimentar a curiosidade, digamos apenas que o automóvel da Tesla e o preço da Cãoluna da Jarre têm um 5 em comum.

Para quem ainda tem saudades das férias, deixamos aqui o nosso postal ilustrado. Que é como quem diz um vídeo que mostra tudo o que é gadget que qualquer pessoa gosta de ostentar juntamente com o bronzeado quando regressa à labuta. Por falar em gadgets: o Rog Phone da Asus é um legítimo aspirante ao título de "ganda máquina".

Se a predileção recair sobre outras estrelas que não o Sol há sempre a possibilidade de ler Jean Jacques Dordain, antigo e quase lendário líder da Agência Espacial Europeia, e descobrir o que nos reserva a nova vaga de exploração do Espaço. E sim, Portugal está presente nessa nova vaga.

Ainda no campo das coisas que já estão a acontecer mas que parecem vindas do futuro, aqui fica ainda a nota sobre o que a Heptasense e a análise de imagens são capazes de fazer, e ainda uma sugestão capaz de arregalar os olhos dos mais distraídos com o mais recente ecrã de 75 polegadas na HiSense.

Para rematar, como sempre, aqui vai o elogio público dos tutoriais e das apps desta edição semanal. Sem eles, a EI não seria a mesma coisa.

  • 333