exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Apple investiga fornecedor por utilização de mão de obra infantil

O Apple Watch e o iPhone podem ser os primeiros equipamentos a receber a tecnologia MicroLED

Jaap Arriens

A empresa de Cupertino volta a estar sob as atenções da comunidade internacional, depois do fornecedor Quanta Computer ter sido acusado de estar a usar mão de obra infantil. A Apple estará a investigar o assunto.

  • 333

Exame Informática

O grupo de defesa dos direitos humanos Sacom revela que entrevistou cerca de 30 alunos do secundário que trabalham na fábrica da Quanta Computer em Chongqing. Estes alunos denunciaram que há cerca de 120 crianças e jovens a trabalhar na linha de montagem, a executar sempre os mesmos processos, a atuar como robôs, para construir os Apple Watch Series 4.

De acordo com as denúncias veiculadas pelo Engadget, alguns alunos são obrigados a trabalhar de madrugada e em turnos noturnos, algo que é ilegal à luz da legislação laboral chinesa. Alguns professores das escolas secundárias da região terão enviado os alunos para a fábrica para estes trabalhos e muitos dos jovens terão recebido a indicação de que não iriam conseguir terminar o ensino caso não completassem estes estágios.

Recorde-se que no ano passado a Apple investigou acusações semelhantes feitas à Foxconn, que estaria a obrigar crianças a trabalhar 11 horas por dia. Agora, a empresa anunciou estar a investigar também estas acusações.