exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

LiveWire, a Harley-Davidson estreia-se nas elétricas

O clássico fabricante de motas revelou mais detalhes sobre a produção da LiveWire, adiantando que as primeiras motas devem ser entregues em 2019 e que terá mais ofertas disponíveis em 2022.

  • 333

Exame Informática

O conceito da LiveWire foi apresentado em 2014, quando a tecnologia de baterias para veículos elétricos ainda estava a dar os primeiros passos. No entanto, o modelo que a Harley-Davidson vai colocar à venda em 2019 mantém muitos dos traços revelados há quatro anos. Com o investimento na Alta Motors e a disponibilidade de tecnologia de bateria mais sofisticada a custos mais baixos, as primeiras motas elétricas da fabricante devem chegar às exposições em breve.

A Harley-Davidson confirmou que esta moto vai ter uma suspensão Showa completamente ajustável e sete modos de condução, com enfoque na condução e no estilo mais desportivos. De acordo com a Cnet, as LiveWire destinam-se a ser usadas em estrada, como o posicionamento do guiador, dos controlos dos pés e outras características o atestam.

Não foram revelados muitos detalhes sobre a capacidade da bateria, embora se saiba que deve haver um carregador de nível 1 integrado e o suporte para carregamento de nível 2 e carregamentos rápidos com os adaptadores apropriados. Outro passo importante é que a Harley garante que todos os pontos de venda vão ter carregadores disponíveis para o público.

Não se conhecem grandes pormenores sobre características técnicas ou de performance das LiveWire. Sabe-se que as pré-reservas devem começar já em janeiro, com as primeiras unidades prometidas para entrega em 2019.

  • 333