exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

China volta a dar licenças de vendas de videojogos

As autoridades chinesas aprovaram a venda de 80 novos títulos de videojogos, depois de uma suspensão que durou nove meses. Alguns gigantes continuam ausentes, mas devem conseguir ainda beneficiar da “luz verde”.

  • 333

Exame Informática

O regulador chinês tinha proibido a venda de novos títulos de videojogos, fazendo com que as editoras e o mercado não conseguissem capitalizar nesta indústria que gera receitas de 30 mil milhões de dólares na China. O processo de aprovação de novos videojogos esteve suspenso durante nove meses e só recentemente foram aprovados, de uma só vez, 80 títulos.

O principal destaque desta lista é a ausência de jogos dos gigantes Tencent Holdings ou Netease Inc. A maior parte dos jogos são locais e mobile, noticia a Bloomberg.

Karen Chan, analista da Jefferies, considera que, apesar de não haver títulos destas gigantes na lista, as duas empresas irão beneficiar das novas aprovações, assim que «a poeira assentar».

A proibição surgiu como uma medida de Pequim para combater a adição aos jogos e como uma consequência de alterações nos órgãos reguladores. A maior rede social e empresa de jogos na China está assim impedida de lucrar com jogos como Fortnite ou PlayerUnknown’s Battlegrounds. A Tencent distribui os seus próprios jogos e criações de outros estúdios como Capcom, Nexon, Activision Blizzard e Electronic Arts.