exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Apple corta encomendas de iPhones em 10%

A Apple pediu aos fabricantes para produzirem menos 10% de componentes para iPhone e o objetivo é reduzir tanto nos modelos mais antigos como nos mais recentes.

  • 333

Exame Informática

Além de ter reduzido as previsões de receitas em cinco mil milhões de dólares, a Apple está a tomar medidas adicionais para se adequar à redução da procura no segmento dos smartphones. Segundo o Nikkei, a empresa de Cupertino pediu aos fabricantes para produzirem menos 10% de iPhones face ao que tinha inicialmente estimado para o período de janeiro a março. A redução inclui iPhones XS Max, XS e XR e também os modelos mais antigos.

Fontes próximas da cadeia de produção referem que o pedido de redução foi feito de forma diferenciada para cada fabricante e depende também da variedade de componentes que cada fábrica produz.

Originalmente, a Apple queria produzir 47 a 48 milhões de iPhones no primeiro trimestre de 2019, mas agora a meta foi revista em baixa para os cerca de 40 milhões, depois de já ter havido uma revisão para os 43 milhões de unidades.

Apesar desta redução agora, Tim Cook revelou recentemente à CNBC que o iPhone XR é o iPhone mais popular por dia, desde o seu lançamento.

  • 333