exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Fundadores do Instagram admitem: as Stories foram roubadas descaradamente ao Snapchat

Kevin Systrom e Mike Krieger fundaram o Instagram e admitiram num painel de discussão no festival South by Southwest que as Stories foram copiadas do Snapchat em 2016.

  • 333

Exame Informática

A conversa com Systrom e Krieger, co-fundadores do Instagram, foi moderada pelo editor do TechCrunch Josh Constine. Kevin Systrom foi bastante explícito ao contar que «durante muito tempo, os perfis das pessoas estavam cheios de links do Snapchat. Era claro que estavam a construir pontes entre os dois produtos [Instagram e Snapchat]. Assim, demos-lhes o que queriam», cita o Mashable. Entre o momento em que o Snapchat lançou as Stories em 2013 e o Instagram copiou a ideia em 2016, os perfis dos utilizadores do Instagram estariam a mostrar cada vez mais links para a funcionalidade do Snapchat. Assim, os responsáveis do Instagram perceberam o que os utilizadores “queriam” e “deram-lhes”, copiando as Stories.

Em 2017, quando o Snapchat entrou em Bolsa, mais de 25% dos Snaps eram Stories, provando que a opção foi um sucesso e recolhia as preferências dos utilizadores.

Um ano antes, pouco antes da entrada em Bolsa, o Facebook, através do Instagram, lançou as suas próprias Stories, com mais interatividade e que permitiam fazer tudo o que era possível fazer no Snapchat. Em poucas semanas, o Instagram conquistou mais de 200 milhões de utilizadores diários das suas Stories, mais do que o total de utilizadores diários do Snapchat.

O Instagram tem sido acusado em diversos momentos de ter copiado esta funcionalidade, mas é a primeira vez que um executivo da empresa o confirma publicamente.

  • 333