exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Spotify apresenta queixa contra a Apple Music à União Europeia

Apple e Spotify colidem

LIONEL BONAVENTURE

A Spotify queixa-se que a Apple cobra uma taxa de 30% pelos serviços prestados através da App Store, o que significa que, quando um utilizador passa do plano grátis para o plano premium, a Apple recebe 30% do valor da compra

  • 333

Francisco Garcia

A Spotify apresentou uma queixa contra a Apple à União Europeia, por considerar que a Apple Music monopoliza as opções de streaming de música, com o objetivo de limitar a competitividade de mercado. A denúcia foi feita na passada segunda-feira, com a Spotify a afirmar sentir prejuízo com o pouco destaque dado ao seu serviço de streaming na App Store da Apple.

Segundo a Cnet, a Spotify queixa-se também que a Apple cobra uma taxa de 30% pelos serviços prestados através da App Store, ou seja, quando um utilizador passa do plano grátis para o plano premium, a Apple recebe 30% do valor da compra.

Entretanto, a Spotify optou por deixar de usar o sistema IAP da Apple, o que significa que os utilizadores da Spotify só conseguem fazer upgrade da sua conta indiretamente, por exemplo através de um computador. Uma vez sob as regras da App Store, qualquer app que sobreviva de conteúdos está exposta a uma série de restrições, nomeadamente não poder incluir “botões” ou links externos para páginas com descontos ou promoções.

«As promoções são essenciais para o nosso modelo de negócio. É assim que conseguimos levar os nossos utilizadores de plano grátis a aderirem ao plano premium», disse Horacio Gutierrez, um membro da administração da Spotify, em declarações à agência Reuters.

Embora a plataforma de streaming não tenha revelado o valor dos danos causados por esta rutura, Gutierrez afirma que «a Spotify sente-se confiante na análise económica que enviou à Comissão Europeia, embora possa vir a melhorar os resultados».

Nas redes sociais a Spotify confirmou uma aproximação à Samsung, tendo anunciado que vai oferecer 6 meses do seu serviço premium a utilizadores que tenham comprado recentemente o novo modelo Samsung Galaxy S10. Por enquanto esta promoção estará disponível apenas nos EUA, mas será que algo deste género pode chegar em breve a outras partes do mundo?

  • 333