exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Seat vai vender carros elétricos abaixo dos 20 mil euros... em 2023

Seat

A marca espanhola está a desenvolver uma nova plataforma para produzir carros elétricos mais compactos e económicos

  • 333

Francisco Garcia

A Seat anunciou que vai desenvolver, em colaboração com a Volkswagen, uma variante da Plataforma Modular de Propulsão Elétrica (MEB), que tem como objetivo trazer para o mercado veículos elétricos mais baratos,com preços de entrada abaixo dos 20 mil euros. A data prevista para chegar ao mercado é 2023.

Tal como anunciado pelo CEO da Seat, Luca de Meo, após a apresentação do modelo Minimó, a empresa pretende apostar também na mobilidade urbana. «A Seat tem agora um papel mais claro no Grupo Volkswagen e, graças aos resultados obtidos, conquistámos a nova plataforma de veículos elétricos», disse o representante da marca durante o Mobile World Congress. «Pela primeira vez, o Centro Técnico da Seat desenvolverá uma plataforma que poderá ser utilizada por outras marcas em todo o mundo», acrescentou.

Segundo o comunicado de imprensa, a marca obteve em 2018 um lucro de 294 milhões de euros, tendo sido registada a venda de 517 600 mil veículos. Face ao valor registado em 2017, a Seat registou um aumento de 4,1% do lucro total.

«2018 foi o melhor ano na história da SEAT. Temos uma gama de modelos para os segmentos mais relevantes e rentáveis, o que nos levou a ser uma das marcas com maior crescimento na Europa nos últimos três anos. A ofensiva SUV que iniciámos em 2016 superou as nossas expetativas mais otimistas e um em cada três automóveis vendidos no ano passado faz parte desta categoria. Hoje, estamos preparados para olhar para o futuro com confiança», concluiu Luca de Meo.

A Seat pretende expandir a sua gama de para seis modelos elétricos e híbridos até ao início de 2021 e o projeto de desenvolvimento de uma nova plataforma elétrica para veículos urbanos tem como princípio a democratização da mobilidade elétrica.

  • 333