exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Lisboa vai ter mais uma marca de trotinetas elétricas, a Bird

As trotinetas elétricas chegam dia 1 de abril a Lisboa

Bird

Com a restrição das horas de utilização, a marca promete recolher as trotinetas todas as noites de forma evitar que estas fiquem espalhadas aleatoriamente pela cidade

  • 333

Francisco Garcia

Está a chegar mais uma empresa de trotinetas elétricas à capital, desta vez é Bird que fica disponível já a partir de dia 1 de abril. A sua premissa é: estar disponível para todos os residentes e visitantes da cidade com mais de 18 anos, entre as 7 e as 21 horas, com o objetivo de reduzir o congestionamento do trânsito e as emissões de CO2 (dióxido de carbono) para a atmosfera.

«Queremos que a Bird seja a alternativa de transporte para os cidadãos de Lisboa que querem deslocar-se na cidade de uma forma sustentável e responsável», afirmou Patrick Studener, vice-presidente da Bird num comunicado. «Como uma empresa focada na mobilidade sustentável, estamos orgulhosos de chegar a uma cidade que partilha os mesmos valores que nós», concluiu referindo-se ao facto dos esforços do Município de Lisboa em manter a cidade limpa terem sido reconhecidos pela União Europeia – em 2020 assinala-se o ano em que Lisboa será considerada a Capital Verde Europeia.

Com a restrição das horas de utilização, a marca promete recolher as trotinetas todas as noites de forma evitar que estas fiquem espalhadas aleatoriamente pela cidade. A marca terá um programa, o Bird Watcher, através do qual conseguirá localizar e controlar o estado das suas trotinetas. Uma vez recolhidas, a Bird pode recarregar as baterias e fazer manutenções às trotinetas, quando necessárias.

Na aplicação para smartphone, o Comunity Mode permite aos utilizadores terem contacto direto com a Bird e servirá como uma espécie de atendimento ao cliente.

  • 333