exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Millennium BCP vai cobrar pelas transferências no MB Way

A partir de 17 de junho, as transferências levadas a cabo no MB Way começam a ter custos para todos os clientes do BCP, com exceção dos utilizadores com menos de 23 anos, ou clientes com contas “Programa Prestige”, “Prestige Direto”, “Portugal Prestige”, “Cliente Frequente” e “Millenium Go!”

  • 333

O Millennium BCP confirmou que pretende começar a cobrar pelas transferências de dinheiro que tenham sido efetuadas com clientes de outros bancos através da app MB Way. O modelo de custos do BCP tem semelhanças com o plano do BPI, que já fez saber que pretende igualmente cobrar pelas transferências realizadas na app MB Way: cada transferência efetuada pelo MB Way terão um custo unitário de 1,2 euros, acrescidos de imposto de selo. A partir de 17 de junho, as transferências levadas a cabo no MB Way começam a ter custos para todos os clientes do BCP, com exceção dos utilizadores com menos de 23 anos, ou que sejam clientes com contas “Programa Prestige”, “Prestige Direto”, “Portugal Prestige”, “Cliente Frequente” e “Millenium Go!”.

De acordo com o Observador, os clientes do Millennium também serão chamados a pagar 50 cêntimos por cada transação efetuada a partir da app do próprio banco.

De acordo com o Público, o MB Way conta atualmente com mais de 1,25 milhões de utilizadores. Apesar dos sinais menos positivos gerados pela possível cobrança de comissões, o volume de transações tem vindo a crescer, garante a SIBS. Aquando das primeiras notícias que davam conta de que, por mês, o MB Way é usado para levar a cabo mais de 3,5 milhões de operações (que incluem, não só transferências, mas também pagamentos de produtos e serviços).

  • 333