exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Google muda processo interno para denúncias de assédio e discriminação

LIONEL BONAVENTURE

A Google anunciou que reviu e alterou o processo interno que os funcionários têm de seguir para denunciar casos de assédio ou de discriminação, na sequência de vários pedidos feitos pelos funcionários.

  • 333

Exame Informática

Os trabalhadores da Google têm vindo a pedir estas alterações há alguns meses e, em novembro do ano passado, mais de 20 mil funcionários sairam dos seus postos de trabalho em protesto. Por essa altura, o CEO Sundar Pichai tinha anunciado que a empresa iria fazer alterações. Agora, a Google publicou no seu blogue a criação de um site específico para denúncias e informou que o relatório anual de más condutas vai passar a incluir mais informação sobre as investigações de casos de assédio sexual.

Por outro lado, a Google vai disponibilizar ao público a sua política sobre assédio e outros assuntos que afetem os locais de trabalho.

Estas alterações surgem na mesma semana que dois funcionários que ajudaram a organizar o protesto dos trabalhadores em novembro acusaram a empresa de terem sido alvos de retaliação.

  • 333