exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Ministro da Defesa britânico demitido por fuga de informação relacionada com a Huawei

A súbita demissão de Gavin Williamson poderá ter por objetivo manter o equilíbrio nas relações diplomáticas com os EUA – que têm vindo a tomar medidas com vista a interditar o uso de tecnologias de marcas chinesas nos diferentes serviços federais.

  • 333

Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido, anunciou a demissão do ministro da Defesa devido a uma fuga de informação que envolve a participação da Huawei na construção das primeiras redes de quinta geração de telemóveis (5G). Gavin Williamson negou veemente qualquer fuga de informação, mas já não evitou a demissão do cargo de ministro da defesa depois de uma notícia do Telegraph que dava conta de que a Huawei seria autorizada a fornecer componentes para as futuras redes de 5G britânicas.

A fuga de informação de informação atribuída a Williamson terá envolvido informação que estaria a ser trabalhada pelo Conselho Nacional de Segurança britânico, que é composto por um número de governantes e dirigentes reduzido.

A Reuters relaciona a súbita demissão de Gavin Williamson com a necessidade de manter um equilíbrio nas relações diplomáticas com os EUA – que têm vindo a tomar medidas com vista a interditar o uso de tecnologias de marcas chinesas nos diferentes serviços federais. Além dos EUA, também a Austrália e a Nova Zelândia tomaram medidas com vista a banir a Huawei.

Gavin Williamson vai ser substituído por Penny Mordaunt – a primeira mulher a assumir o cargo de ministra da defesa do Reino Unido.

  • 333