exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

British Airways enfrenta multa de 204 milhões de euros por quebra de RGPD

Gareth Fuller - PA Images

A entidade reguladora do Reino Unido está a planear aplicar uma multa de 183 milhões de libras (204 milhões de euros) por considerar que a companhia aérea não tomou as medidas necessárias para garantir a segurança e privacidade dos dados.

  • 333

Dados como informações de cartões de crédito, nomes, moradas, detalhes de viagens e logins de cerca de 500 mil passageiros da British Airways vazaram para a Internet no ano passado e agora a BA está em maus lençóis. O Information Commissioner’s Office do Reino Unido está a planear multar a companhia aérea em mais de 200 milhões de euros por considerar que a empresa falhou e não tomou as devidas precauções para salvaguardar os «direitos fundamentais de privacidade», cita o The Verge. «Os dados pessoais das pessoas são exatamente isso: pessoais. Quando uma organização falha em protegê-los de perdas, dano ou roubo é mais que um inconveniente. É por isso que a lei é clara: quando reebem a confiança de lidar com dados pessoais, têm de os proteger», disse a Comissária de Informação Elizabeth Denham.

A multa milionária vai bater recordes: no ano passado, este mesmo regulador multou o Facebook em 500 mil libras pelo escândalo do Cambridge Analytica que afetou 87 milhões de utilizadores. Este era o valor máximo permitido pela legislação em vigor na altura, que datava de 1998. Atualmente, o Regime Geral de Proteção de Dados prevê um máximo de 4% da receita mundial da empresa infratora. No caso da British Airways, este valor corresponde a 1,5% das receitas de 2017.

A companhia aérea tem agora 28 dias para recorrer da decisão, assim que a multa for anunciada.

  • 333