exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Farfetch: acionista que detinha 260 milhões de euros está de saída

A editora da Vogue e da Wired chegou a acordo para abandonar o capital da Farfetch

  • 333

A Condé Nast, a editora americana das revistas Vogue e Wired, entre vários títulos de referência, decidiu desistir da participação avaliada em cerca de 260 milhões de euros e vai abandonar o capital da startup Farfetch.

Segundo o Sunday Times, a Condé Nast detinha seis por cento do capital da startup que foi criada pelo português José Neves com o propósito de criar um serviço de vendas e entregas de marcas de roupa e acessórios de luxo.

A startup está sedeada no Reino Unido e está cotada na bolsa de Nova Iorque, mas tem o braço tecnológico instalado em Portugal (a empresa já fez saber que vai construir um novo campus em Matosinhos). A saída da Condé Nast do capital da Farfetch foi decidida após um acordo com a empresa.

Na origem da saída deste acionista estará o descontentamento com os investimentos que a Farfetch tem vindo a fazer na área do marketing. O Observador acrescenta a este fator outro que terá contribuído para a tomada de decisão da Condé Nast: entre o primeiro trimestre de 2018 e o primeiro trimestre de 2019, os prejuízos da startup liderada por José Neves passaram de 50,727 milhões de dólares (cerca de 45 milhões de euros) para 109,03 milhões de dólares (97,26 milhões de euros).

  • 333