exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Virgin Galactic cada vez mais próxima de fazer voos comerciais ao Espaço

Chris Jackson - Getty Images

A empresa aeroespacial de Richard Branson recebeu um investimento de 800 milhões de dólares por parte da Social Capital Heosophia para fazer o projeto arrancar. Poderá o homem fazer turismo lunar nas próximas décadas?

  • 333

Francisco JM Garcia

A Virgin Galactic, a empresa de turismo espacial liderada por Richard Branson (criador do grupo Virgin), está cada vez mais perto de arrancar rumo ao Espaço com voos comerciais. De acordo com o The Wall Street Journal, a empresa fechou recentemente um acordo com a empresa Social Capital Hedosophia Holdings, que vai investir 800 milhões de dólares (cerca de 714,46 milhões de euros) na Virgin Galactic, tendo um retorno de 49% das ações da empresa de turismo espacial.

A Social Capital Heosophia é uma empresa de referência na bolsa de valores nova-iorquina, criada por Chmath Palihapitiya, um antigo membro da administração da Facebook. De acordo com o The Guardian, com o investimento, a Virgin Galactic acredita ter capital suficiente para tornar o modelo de negócio operacional e gerar proveito comercial. Desde 2004, ano em que foi criada, a empresa já faturou cerca de mil milhões de dólares (aproximadamente 893 milhões de euros).

O The Guardian relembra que, em 2017, a Virgin Galactic tinha um acordo com o governo da Arábia Saudita para receber um investimento de mil milhões de dólares, embora Branson tenha suspendido o acordo assim que o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no consulado saudita na Turquia foi tornado público.

De acordo com o The Wall Street Journal, já 600 pessoas pagaram para assegurar um lugar no primeiro voo comercial ao Espaço, ao todo a empresa recolheu cerca de 80 milhões de dólares (71,45 milhões de euros). O voo vai durar cerca de 90 minutos, custa 250 mil dólares (223,27 milhões de euros) e permitirá aos passageiros verem a curvatura da Terra enquanto levitam.

Em dezembro do ano passado, a Virgin Galactic lançou a primeira aeronave ao espaço e em fevereiro deste ano realizou o primeiro teste de passageiros com uma aeronave a comando de Beth Moses, a instrutora aeroespacial da Virgin que trabalhou anteriormente na NASA.

Embora com bons progressos, a Virgin Galactic tem estado na corrida ao Espaço lado a lado com empresas como a Blue Origin, liderada por Jeff Bezos, ou a empreendedora SpaceX, liderada por Elon Musk, que tem encabeçado alguns dos projetos mais ambiciosos sozinha ou em parcerias com a NASA.

  • 333