exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Infinitebook Cloud: caderno reutilizável português já tem app para guardar documentos

Infinitebook

Esta app permite que os utilizadores tirem fotos dos apontamentos nos seus Infinitebook e os guardem e partilhem em tempo real. Tem uma versão gratuita e uma versão premium (€1,99/mês)

  • 333

Francisco JM Garcia

Já chegou a Infinitebook Cloud, a app criada pela start-up portuguesa Chilltime, que guarda apontamentos feitos no Infinitebook através de fotografias tiradas com o smartphone. À medida que fazem notas, os utilizadores podem guardá-las em projetos e/ou partilhá-las em tempo real através da aplicação ou numa plataforma online.

À Exame Informática, Pedro Lopes, fundador e diretor-executivo da start-up Infinitebook, contou que: «Começamos a fazer esta app desde 2014, mas inicialmente tínhamos pouco dinheiro para arrancar o projeto. Assim que surgiu a oportunidade de fazer a parceria com a Chilltime ficaram reunidas as condições para avançar. O que a app traz ao Infinitbook é torná-lo verdadeiramente infinito. Criamos uma plataforma onde podemos consultar sempre as nossas notas sem ter de gastar mais dinheiro, evitar o desperdício e organizar tudo por pastas. Eu criei o conceito quando ainda era estudante de Engenharia Eletrotécnica e era muito útil para organizar as disciplinas por pastas. Ainda porque podia partilhá-las com os meus colegas e é, exatamente, isso que pretendemos fazer aqui – podemos comentar o ficheiro, trocar ideias. Não é só uma ferramenta para guardar e constituir arquivo, mas também um mecanismo de colaboração.»

A app tem uma versão gratuita (que dá aos utilizadores a possibilidade de guardar até 50 fotografias, comentar e partilhar projetos com uma pessoa apenas e aceder a documentos através da app ou do website) e uma versão premium, com um custo mensal de €1,99 por mês, que permite guardar até 250 fotografias e partilhar projetos e fotos com um máximo cinco pessoas.

«Neste momento, embora ainda estejamos em versão beta, já temos cerca de 500 utilizadores. A versão para iOS só ficou disponível ontem e estamos a ir passo a passo para melhorar à medida que formos recebendo o feedback dos utilizadores. Ainda não temos clientes premium, mas penso que seja preciso, primeiro, algum tempo de utilização para que se torne uma ferramenta necessária. No entanto, no próximo mês contamos lançar uma atualização que permite utilizar a ferramenta de reconhecimento automático de folhas e palavras», concluiu.

A marca apresentou também novos designs para o Infinitebook que têm a cara de autores como Saramago, Da Vincie, Dali, Curie e Mozart. As novas personalidades integram a coleção Genius e são a aposta do 2019/2020 que já estão disponíveis nas grandes superfícies e no website oficial da empresa.

Recorde-se que os cadernos são de tamanho A5, possuem 30 páginas, são reutilizáveis e possuem um marcador preto. O preço de venda é €12,99 e têm versões quadriculadas, pautadas, com interior pontilhado, liso e pautado musical.

  • 333