exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Amazon quer uniformizar assistentes de voz, mas não envolve Google, Apple ou Samsung

A Amazon lançou uma iniciativa que visa harmonizar a forma como os múltiplos assistentes de voz interagem. No entanto, o plano não inclui elementos relevantes, como Google, Apple ou Samsung.

  • 333

Exame Informática

O Voice Interoperatibility Initiative da Amazon é o programa que coloca a Alexa a interagir melhor com o Cortana, o Einstein ou outros assistentes de voz com Inteligência Artificial. Esta iniciativa abrange mais de 30 empresas que manifestaram o interesse em permitir que os utilizadores possam interagir com mais do que um assistente de voz num mesmo equipamento. De fora destes planos ficaram players importantes como Google, Apple ou Samsung. Entre os envolvidos, estão Baidu, Harman, Microsoft, Orange, Salesforce, Sonos, Spotify ou Tencent.

O objetivo é que os fabricantes de aparelhos, criadores de assistentes de voz ou serviços possam cooperar e ter diferentes soluções: por exemplo, pode ser possível usar o Echo para falar com a Alexa ou para aceder a registos de CRM do Einstein. Para um grupo como a Salesforce, que tem IA aplicada nos serviços, mas não tem nenhum produto de hardware, esta iniciativa faz todo o sentido.

A falta de Google, Apple e Samsung representa a ausência de milhares de milhões de aparelhos com assistentes de voz, como os smartphones de cada uma destas marcas, desta iniciativa. No entanto, estudos da Juniper mostram que a categoria de assistentes de voz que mais irá crescer nos próximos cinco anos é a das televisões, das colunas inteligentes e dos wearables, onde a Alexa já marca uma presença forte.

«[Os utilizadores] não querem estar presos a um único serviço de voz. Iremos ver cada vez mais lares a tornar-se ambientes multi-assistente», explica Mariana Zamoszcyk, analista da Ovum, cita o ZDNet.

A Amazon definiu quatro prioridades para esta iniciativa: desenvolver serviços de voz que interajam uns com os outros, mantendo a segurança e privacidade dos utilizadores; construir assistentes de voz que facilitem a escolha e a flexibilidade com múltiplas palavras de ação; criar soluções e tecnologias que facilitem a integração de múltiplos serviços num único produto; e acelerar a investigação em aprendizagem de máquina e IA.

  • 333