exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Associação Libra anuncia novos membros do quadro administrativo após saída de parceiros

Chesnot - Getty Images

Esta semana os membros da Associação Libra reuniram em Genebra e definiram as linhas de regulamentação e novos líderes do projeto, a quem foram incumbidas as tarefas para levar a nova moeda digital avante

  • 333

Francisco JM Garcia

Após a reunião desta segunda-feira em Genebra, os membros da Associação Libra anunciaram a composição do novo quadro que vai dirigir o programa de lançamento da criptomoeda Libra. Mais de 20 empresas estiveram presentes e o encontro foi dedicado à delegação de tarefas pelos parceiros da instituição.

Foram nomeados cinco membros para o quadro administrativo, entre os quais, Wences Casares, diretor-executivo da Xapo, Katie Haun, sócia da Andreessen Horowitz, e David Marcus, vice-presidente do departamento de serviços de mensagens da Facebook. De acordo com a The Verge, durante a reunião foram também decididos os processos de eleição para futuros membros dos quadros da associação.

«Dada a escala do projeto e sua ambição, há ainda um número de desafios a superar», disse Katie Haun num comunicado, reforçando que tem de se chegar a «um entendimento em matérias de regulamentação» – algo que tem sido um elemento chave e uma das razões para as mais recentes saídas do projeto.

O novo regulamento define ainda que qualquer membro pode abandonar a associação seja qual fora o motivo, embora a transferência da “quota de membro” seja apenas permitida sob circunstâncias especiais.

Neste momento a associação conta apenas com uma empresa de pagamentos, a holandesa PayU, cujo negócio foca-se nos pagamentos online e através de smartphone no mercado europeu. A empresa recusou pronunciar-se sobre as saídas mais recentes durante a reunião desta segunda-feira, mas confirmou que «a missão da associação está alinhada com a visão da PayU de criar um mundo sem fronteiras financeiras, onde todos vão prosperar.»

Recorde-se que a lista de parceiros da Associação Libra ficou reduzida quando durante a semana passada empresas como a Mastercard, Visa, eBay e PayPal anunciaram querer abandonar esta iniciativa. Uma reação em cadeia que pode ter sido causada pela pressão política por parte de vários governos e entidades reguladoras preocupadas com a fiabilidade da nova unidade monetária digital.

  • 333