exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Mossack Fonseca tenta impedir filme da Netflix sobre os Panama Papers

Exame Informática

  • 333

O escritório de advogados de Jurgen Mossack e Ramon Fonseca pediu aos tribunais uma providência que impeça a estreia do filme sobre o escândalo dos Panama Papers na Netflix, marcada já para esta sexta-feira.

Exame Informática

Steven Soderbergh realiza, enquanto Meryl Streep e Antonio Banderas protagonizam o filme The Laundromat que pretende retratar o caso dos Panama Papers. No entanto, o escritório de advogados Mossack Fonseca alega que o filme difama a sua reputação e que pode causar interferências quer no caso que terá de ser julgado em tribunal no Panamá, quer na investigação do FBI que ainda está em curso. Por esse motivo, os advogados pedem aos tribunais que impeçam a estreia do filme esta sexta-feira na Netflix.

O caso dos Panama Papers estalou em 2016, quando o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação começou a publicar várias notícias relacionadas com o conjunto de 11,5 milhões de documentos que constavam do repositório de 2,6 TB de dados que foi revelado. Em causa estão as atividades ilegais de mais de 214 mil empresas em paraísos fiscais offshore. Entre os nomes revelados estão vários líderes mundiais e milionários, como o presidente russo Vladimir Putin.

Os advogados defendem que o filme os retrata como «advogados impiedosos que estão envolvidos em lavagem de dinheiro, evasão fiscal, subornos e/ou outra conduta criminal», cita o Engadget.

O filme já foi exibido em Veneza e Toronto e deve estrear em todo o mundo já nesta sexta-feira.

  • 333