exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Google vai lançar banco digital para concorrer com Revolut

Foto: NurPhoto / Getty Images

Projeto vai ser lançado em 2020 e conta com o banco americano Citigroup como um dos parceiros

  • 333

A Google está a preparar o lançamento de uma plataforma bancária que vai disponibilizar serviços de conta corrente, normalmente associada a uma entidade bancária e que permite realizar os movimentos financeiros mais comuns, como depósitos e levantamento de dinheiro, pagamentos de contas e consulta de saldo.

A notícia, avançada pelo The Wall Street Journal, já foi entretanto confirmada pela tecnológica. O projeto, conhecido a nível interno na Google como «Cache», vai contar com o apoio de instituições financeiras americanas: as contas bancárias dos utilizadores vão estar associadas ao banco Citigroup.

«Acreditamos que o conhecimento regulatório e financeiro dos nossos parceiros é um grande complemento à nossa experiência na criação de ferramentas e tecnologias úteis para os nossos utilizadores», disse um porta-voz da Google, em declarações à BBC, a propósito do novo projeto.

O novo serviço deverá ser disponibilizado no início de 2020 através da aplicação Google Pay. Por agora ainda não é certo se a conta bancária da Google terá comissões e taxas de utilização associadas ou se será totalmente gratuita, como já acontece com os serviços disponibilizados pelas empresas financeiras digitais Revolut, N26 e Monese, por exemplo.

Como escreve o The Wall Street Journal, as contas que a Google pretende providenciar são básicas em funcionalidades, mas são ricas em informação sobre a situação e perfil financeiros do utilizador. Ao jornal, a Google diz que os dados da carteira digital que disponibiliza atualmente, o Google Pay, não são usados para direcionar publicidade aos utilizadores.

Apesar de não haver informação sobre os planos de lançamento da Google ao nível de mercados, é de recordar que em Portugal a tecnológica já é uma entidade registada junto do Banco Portugal: como entidade de «moeda eletrónica», de «pagamento» e também como «instituição de crédito»

  • 333