exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Free Electrons 2020: EDP abre candidaturas para novas ideias de negócio

Gerard Hermand

O Free Electrons vai dividir-se em três módulos mundiais: Sidney, São Paulo e Dubai. A startup vencedora deverá receber um prémio de 200 mil euros

  • 333

A EDP anunciou esta segunda-feira a abertura do período de candidaturas para o programa de aceleração de negócios Free Electrons 2020. A quarta edição do Free Electrons deverá arrancar com uma primeira seleção de 30 startups, que deverá ficar concluída com uma disputa final no Dubai. As candidaturas encerram a 31 de janeiro. Mobilidade, energias renováveis ou redes inteligentes figuram entre as áreas abrangidas por este programa de aceleração que se reparte por três continentes.

«Tal como em edições anteriores, o Free Electrons vai dividir-se em três módulos mundiais: o primeiro, em Sidney, na Austrália, em junho; o segundo, em São Paulo, no Brasil, em setembro; e o terceiro e último módulo vai realizar-se no Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, em novembro, onde será conhecido o grande vencedor, que receberá um prémio de 200 mil dólares», informa a EDP em comunicado.

Mais de mil startups de 65 países apresentaram candidaturas a este programa de aceleração durante os últimos três anos. Estes projetos captaram mais de 11 milhões de dólares (cerca de 9,9 milhões de euros) de investimento. O programa distingue-se por permitir que startups com maior índice de maturidade garantam investimentos junto de algumas das maiores distribuidoras de eletricidade. O programa de aceleração conta com o apoio da Beta-i.

Além da EDP, a lista de fundadores do Free Electrons conta com a Ausnet Services (Austrália), DEWA (Dubai), ESB (Irlanda), Innogy (Alemanha), Origin Energy (Austrália), SP Group (Singapura) e Tokyo Electric Power Company (Japão). «Em 2018, juntaram-se ao programa a American Electric Power (EUA) e a CLP (Hong Kong)», acrescenta o comunicado da EDP.

  • 333