exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Há 4500 alunos sem professor de Informática nas escolas públicas

Hero Images

«Os diretores têm validado tudo, porque estão desesperados para não terem os alunos sem aulas durante o ano inteiro», refere a presidente da ANPRI

  • 333

Os dados foram compilados pela Federação Nacional de Professores (Fenprof) e divulgados esta quinta-feira pelo Diário de Notícias: nas escolas públicas, há 4500 alunos sem aulas de Informática, porque o Ministério da Educação ainda não conseguiu colocar pessoas habilitadas nas vagas em aberto.

A Fenprof revela ainda que, entre todas as disciplinas afetadas pela falta de docentes, é nas aulas de Informática que a escassez de professores é mais acentuada. Fernanda Ledesma, presidente da Associação Nacional de Professores de Informática (ANPRI), descreve um cenário pouco animador que tem levado algumas escolas a contratarem professores que não têm conhecimentos ou habilitações para lecionar.

«Os diretores têm validado tudo, porque estão desesperados para não terem os alunos sem aulas durante o ano inteiro», refere a presidente da ANPRI em declarações publicadas pelo Diário de Notícias.

A falta de professores não afeta apenas as aulas de Informática: Inglês e Geografia figuram igualmente da lista de disciplinas com falta de professores. Segundo a Fenprof, há 20.600 alunos sem professores na atualidade. Lisboa e Faro são os distritos onde a falta de professores é maior.

  • 333