exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Apple compra unidade de chips de comunicação móveis à Intel

PHILIP FONG - Getty Images

A Intel anunciou que o negócio de venda da unidade de modems para smartphones à Apple ficou concluída ontem. A marca da “maçã” vai conseguir reduzir a dependência de terceiros, nomeadamente da Qualcomm.

  • 333

Exame Informática

A compra está avaliada em mil milhões de dólares, mas a Intel revela que ainda assim está a perder milhares de milhões após anos de investimento que se traduziram num volume de negócios muito abaixo do esperado. Agora, a unidade de produção de modems Intel para smartphones pertence à Apple, que consegue assim arranjar uma alternativa a outros fabricantes, como a Qualcomm, com quem mantém uma relação algo problemática. Tratou-se de uma venda parcial, já que a produção de modems para computadores, dispositivos IoT (Internet das Coisas) ou veículos autónomos ainda se mantém na Intel.

A Intel alega que as táticas da Qualcomm em relação a competição por patentes forçaram-na a tomar a decisão da venda, havendo casos ainda a serem avaliados por tribunais de recursos nos EUA, recorda o Engadget.

Do lado da Apple, com esta compra, a empresa aumenta o portefólio de tecnologias e de cadeias de fornecimento e reduz a dependência de fabricantes terceiros para desenhar componentes cruciais para os seus aparelhos móveis. Há rumores de que a marca gerida por Tim Cook está a planear acabar mesmo com as CPUs da Intel em alguns dos seus computadores, optando por chips ARM que a Apple já utiliza nos smartphones e tablets.

É de esperar que a Apple invista fortemente nesta nova unidade de negócios para desenvolver a tecnologia 5G, uma área onde, segundo muitos analistas, a Intel tardava a apresentar soluções.

  • 333