AutoCAD regressa ao Mac

Márcio Florindo
31/08/2010 09:06
1
/
2
2
/
2

Depois de 18 anos de ausência, a Autodesk voltou a marcar presença no mercado Mac, com o lançamento de uma versão nativa do AutoCAD

Segundo o Mashable, passaram 18 anos desde que a Autodesk lançou, em 1992, a última versão nativa do AutoCAD para Macintosh. Agora, a empresa regressa à plataforma da Apple com uma versão da popular aplicação de desenho assistido por computador para Mac, bem como aplicações para iPad e iPhone.

Os programas para os dispositivos móveis da Apple permitirão aos profissionais importar, modificar e exportar ficheiros CAD.

Este regresso não será alheio ao facto de a quota de mercado da Apple continuar a crescer desde que a empresa adotou os processadores Intel para os seus computadores. De acordo com a Needham Charlie Wolf, o mercado profissional da Apple cresceu 50% no segundo trimestre, mais de três vezes a média de 15,7% do mercado. Por outro lado, a plataforma Mac cresceu também 200% no governo norte-americano.

O que lhe parece? O Mac está a tornar-se numa alternativa profissional viável ao Windows, agora que cada vez mais ferramentas profissionais estão a regressar à plataforma?

***Este texto foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico***

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Uma startup num minuto. A ARP edita livros que têm como atrativo a realidade aumentada. Moral da história: a tartaruga ganha sempre – desde que tenha um telemóvel ou um tablet.

Testamos uma pequena impressora que pode levar para qualquer lado e que pode ser usada para imprimir fotos a partir do telemóvel iOS ou Android. 

Testamos uns óculos de sol que incluem uma câmara e um microfone, o que lhes permite gravar vídeo e som em alta definição.

Testamos um monitor com resolução 4K, indicado para quem quer editar vídeos em ultra alta definição.

Testamos dois gadgets que ajudam a localizar objetos do quotidiano como chaves ou carteiras. Use o smartphone para evitar que se esqueça destes objetos em qualquer lado.

A Não perder

 Não é preciso gastar 500 euros para ter um bom smartphone! É o que provamos nesta edição, onde analisamos e comparamos 27 smartphones dos 60 aos 250 euros

EI Tv

Em destaque neste programa:revelamos o serviço MB Way, que transforma o telemóvel em carteira e fomos até à AudioShow e à Lisboa Games Week.

Em destaque neste programa: testamos a EcoTank L555, a primeira impressora da Epson que usa tinteiros recarregados em casa e analisamos o convertível HP, com ecrã que roda completamente. 

Em destaque neste programa: conduzimos um superdesportivo amigo do ambiente e testamos um monitor para quer editar vídeo em ultra alta definição.

 

Além da formação da primeira leva de operadores, os planos da Força contemplam ainda a constituição da primeira esquadra de drones nos próximos dois anos.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .