Apple promete ferramenta que elimina malware Flashback

11/04/2012 12:06

A Apple anunciou que está a trabalhar com vários operadores de telecomunicações com o objetivo de eliminar os comandos enviados por cibercriminosos para mais de 600 mil computadores Mac infetados com o código malicioso Flashback.

Podia ser o mapa dos Descobrimentos portugueses, mas é apenas o mapa da disseminação do Flashback

Ainda não se sabe quando é que a Apple conseguirá erradicar o Flashback da Net. Até à data, a “marca da maçã” limitou-se a confirmar, no seu site, que está a desenvolver uma ferramenta que deteta e remove o Flashback de computadores infetados.

Em paralelo, a Apple pretende contactar operadores de telecomunicações e outras empresas que comercializam acessos à Net com o objetivo de criar mecanismos que impeçam os cibercriminosos que controlar remotamente o “batalhão” de 600 mil computadores Mac que foram infetados pelo Flashback.

O Flashback é um código malicioso que começou a ser distribuído pela Net em setembro de 2001, como um plug in forjado para o Flash Player, da Adobe. Recentemente, a marca de antivírus Dr. Web, da Rússia, estimou que mais de 600 mil Macs foram infetados pelo malware.

Mais de metade dos computadores infetados estão a operar nos EUA.

No início do mês, a Apple lançou atualizações para os sistemas operativos OS X 10.6 e OS X 10.7 que permitem sanar a vulnerabilidade do Java, informa a Cnet.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Um robô a suturar a pele de uma uva

Um vídeo que mostra a precisão incrível de um robô cirurgião.

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

VW E-Golf em análise

Já conduzimos carro elétrico da Volkswagen, o mais silencioso que já testámos. O modo de regeneração permite aumentar a autonomia de forma significativa e apresentar consumos extremamente competitivos.

Câmara Sony DSC-QX30 em análise

Esta câmara fotográfica que pode ser usada de forma independente ou acoplada ao telemóvel.

Repórter EI: Fábrica Zeiss na Alemanha

Visitámos uma fábrica da Zeiss na Alemanha, uma das empresas que mais se destaca em tecnologia ótica.

Exame Informática 240, maio

Há 20 anos, Nokia e Ericsson dominavam nos telemóveis; havia computadores Compaq, Digital e CityDesk; a navegação na Net fazia-se a 56 Kbps e com Netscape; pesquisar era com Altavista, e o Windows 95 era o máximo. Mas nem tudo mudou em 20 anos: nos últimos 240 meses, a Exame Informática nunca parou de dar a conhecer as novidades das tecnologias. 

EI Tv

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

Exame Informática TV n.º 441

Em destaque neste programa: colocamos à prova as curvas do LG G Flex 2 e mostramos uma app que ajuda os idosos a encontrar o caminho de volta a casa. 

Exame Informática n.º 440

Em destaque neste programa: a entrega dos prémios Exame Informática e visitamos uma fábrica da Zeiss na Alemanha.