exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

City Parking: a app que quer ligar todos os parques de estacionamento de Portugal

Até ao final do ano, deverá ser lançada uma app especializada na busca de estacionamentos de automóveis. A solução foi apresentada hoje no workshop Redes de Veículos nas Cidades do Futuro, em Castelo Branco.

  • 333

Hugo Séneca

«Está a ver o botão dos quatro piscas? Nós queremos criar um botão ao lado do botão dos quatro piscas. Um botão que poderá vir a ter um P». A declaração de intenções vem de Hélio Silva, responsável pelo projeto Carcode, na hora de dar a conhecer a app City Parking. Dentro de quatro meses, o consórcio de empresas e instituições de investigação que integram o Carcode deverá lançar uma app que indica através do telemóvel qual o lugar de estacionamento vazio que se encontra mais próximo. 

«Desde que seja um espaço de estacionamento gerido eletronicamente pode surgir nesta app», acrescenta o responsável do Carcode, numa alusão ao facto de a aplicação ter como fonte de informação os repositórios de dados de gestão dos parques de estacionamento.

Por enquanto, a app encontra-se em fase de protótipo – e apenas funciona com quatro parques subterrâneos de Castelo Branco, que aderiram a esta iniciativa que conta igualmente com o apoio do município local. Hélio Silva diz que, em breve, vão ser feitos os primeiros contactos com empresas e municípios que gerem espaços de estacionamento, a fim de criar uma lista de âmbito nacional, que poderá, a qualquer momento, indicar o local mais próximo para parar o carro.

Hoje, há várias soluções de navegação e localização de automóveis que já dispõem de ferramentas similares que indicam qual o parque mais próximo. Hélio Silva garante que, apesar da concorrência, há espaço no mercado para o City Parking. «Esta é uma app especializada nos estacionamentos», frisa, lembrando que uma app especializada é mais fácil e conveniente de usar que uma funcionalidade que, para ser ativada, exige vários toques no telemóvel ou no dispositivo de navegação por GPS.

A entrada no mercado deverá ser feita através dos telemóveis, mas o consórcio que desenvolveu a City Parking não perde de vista a possibilidade de entrar nos cada vez mais evoluídos sistemas de informação e entretenimento dos automóveis.

Hélio Silva prevê que, em breve, os automóveis passem a contar com um botão específico (sinalizado ou não com um P…) que ativa a busca de parques de estacionamento nos sistemas de navegação dos carros. E, nessa altura, a City Parking poderá figurar nas principais lojas de apps que correm em sistemas operativos de automóveis. «Dentro de pouco tempo, vamos ver empresas como a Google, a Apple ou a Microsoft a lançarem sistemas operativos para automóveis», prevê.

No consórcio que desenvolveu a City Parking nos últimos dois anos figuram a AirBus, Altran, Alcatel-Lucent, PT, Mecalbi, Comissão Europeia, Politécnico de Castelo Branco, entre outras entidades. O preço da nova aplicação que foi apresentada durante o evento Redes de Veículos nas Cidades do Futuro Castelo Branco, ainda não está definido. «Vamos ter de definir o modelo de negócio», explica Hélio Silva.

  • 333