exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Reconhecimento facial faz com que app Moments do Facebook não chegue à Europa

A Moments tinha como mais-valia a capacidade de identificar automaticamente os amigos do Facebook presentes nas fotos tiradas com um telemóvel ou tablet, mas a União Europeia considera que tal pode constituir uma violação do direito à privacidade dos cidadãos.

  • 333

Paulo Matos

Ainda esta semana tínhamos dado conta que a Facebook estava a trabalhar numa nova app, chamada Moments, que acede às fotos que estão no dispositivo do utilizador e, através de um software de reconhecimento facial, identifica os amigos que estão presentes nas imagens, podendo enviar-lhes as fotos de forma automática. Contudo, a União Europeia vai impedir que a app possa ser descarregada (pelo menos, de forma legal) na App Store e na Google Play em espaço europeu.

A razão é simples: a utilização do software de reconhecimento facial pode interferir no direito à privacidade dos cidadãos. Em declarações ao The Wall Street Journal, Richard Allan, o responsável máximo para estas áreas na União Europeia, refere que, para ser aprovada, a app teria de ter um mecanismo para desativar o reconhecimento facial – algo que a Facebook ainda não desenvolveu. Sem esta funcionalidade, a Moments torna-se inócua, já que a mais-valia que oferece reside no reconhecimento automático dos amigos nas fotos retiradas por um dispositivo móvel.

  • Uma ligação à Internet e uma impressora 3D são suficientes para qualquer um fazer uma arma de fogo. Mas há perigos escondidos e a PSP ajudou-nos a revelá-los. Este mês falámos com a investigadora portuguesa que pode revolucionar o mundo das baterias e destacamos os testes ao Huawei P10 Plus, Nintendo Switch e TVs 4K abaixo dos €1000.